Por pbagora.com.br

 Um crime bárbaro foi registrado na madrugada da quarta-feira (23), na cidade do Gama em Brasília, quando a jovem Érika Bezerra da Silva, de 14 anos, foi brutamente assassinada com 40 facadas.

A adolescente é filha de um cachoeirense, que reside no sítio Redondo (Cachoeira dos Índios – região de Cajazeiras), fruto de um relacionamento quando ele morava em Brasília.

De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, três suspeitos assumiram a autoria do crime e disseram que ela se negou a fazer sexo com um deles. No entanto, de acordo com a Polícia Civil, após investigações, a motivação teria sido um furto de calcinhas que a vítima cometeu na casa de um dos autores. Ela estava hospedada há quatro dias no local.

O crime aconteceu em um beco da quadra 25, no Setor Oeste da cidade, por volta das 2h15. Quando os policiais chegaram ao local, encontraram Érika Bezerra e levaram a vítima esfaqueada ao Hospital Regional do Gama, onde ela não resistiu aos ferimentos.

A equipe da PM prendeu os três suspeitos depois ter encontrado um deles com manchas de sangue pelo corpo, nas proximidades do local. Eles estavam com uma faca, também ensanguentada, que teria sido usada no crime.

Os acusados do crime podem pegar até 20 anos de prisão.

Diário do Sertão com informações do R7 e Jornal de Brasília

Notícias relacionadas

Suspeito de violentar jovem e assaltar família na Paraíba, é preso

A Polícia Militar localizou e prendeu o principal suspeito de violentar uma jovem, assaltar sua família, e de cometer vários crimes de roubo na região de Lagoa Seca e Puxinanã.…

Festa com cerca de 100 pessoas é encerrada pela PM em João Pessoa

Na madrugada deste sábado (15), a polícia Militar encerrou uma festa clandestina com aproximadamente 100 pessoas no bairro das Indústrias, em João Pessoa. De acordo com as informações o evento ocorria…