Uma criança de 11 anos deu à luz a um bebê, no último domingo (10), em uma maternidade da cidade de João Pessoa. A gravidez só foi descoberta no quinto mês de gestação após a criança passar mal e ser atendida em um posto de saúde. A delegada Joana D’arc, responsável pelas investigações, disse que o padrasto da menina, que está foragido, é apontado por ela como principal suspeito do estupro. De acordo com a polícia, a menina vinha sofrendo abusos sexuais desde os 10 anos de idade. Ontem através da imprensa foi revelado a primeira imagem do suspeito do abuso.

A Polícia Civil revelou que o suspeito levava a menina com frequência a um sítio na Zona Sul de João Pessoa, a pretexto de colher cocos. A criança tinha autorização da mãe para ir com o padrasto ao local. Apesar disso, a delegada descarta a uma possível conivência da mãe da garota com os abusos. Isso, porém, ainda será melhor apurado.

Por ser uma criança, a menina apresentou alguns problemas de saúde durante a gravidez e precisou ser sedada. Após o parto, ela teve que ser internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da maternidade. O bebê, no entanto, se recupera bem e deve ter alta médica nesta terça-feira (12). Ele está sob a proteção da Vara da Infância e da Juventude.

O suspeito, conforme a polícia, responderá por estupro de vulnerável. Recentemente, a mãe da menina de 11 anos também deu à luz a uma criança, filha do companheiro, que é suspeito de estuprar sua filha. Veja sua imagem.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Suspeito de assassinar radialista em Campina tem registro do Creci cassado

Mais um fato sobre o assassinato do radialista Joacir Oliveira Filho, que tem como suspeito o corretor de imóveis Roberto Vicente Correia do Monte, ocorreu é que Roberto teve seu…

Esposa esfaqueia marido após discussão, em Mamanguape

Após chegar em casa bêbado um homem terminou sendo esfaqueado pela esposa na noite de ontem (22), na cidade de Mamanguape. Segundo informações iniciais da polícia, a vítima teria sido…