A Operação Verão 2018/2019 da Marinha do Brasil foi lançada em todo o país no dia 21 de dezembro e se estende até o final do mês de fevereiro. Na Paraíba, o objetivo da campanha é intensificar ações de conscientização e de fiscalização do tráfego aquaviário nas áreas de maior concentração de embarcações, a exemplo da ilha de Areia Vermelha, sobretudo nas áreas de esporte, recreio e de turismo náutico, por ocasião de férias e feriados prolongados.

 

Para minimizar a possibilidade da ocorrência de desastres náuticos, a campanha deste ano traz como mote a valorização da vida e a responsabilidade do proprietário e do condutor da embarcação, especialmente durante as atividades de lazer. Com o conceito ‘Segurança da Navegação: quem valoriza a vida, respeita’, a mensagem chega ao público com uma linguagem reflexiva, retratada em imagens de situações de risco, acidentes e suas possíveis consequências.

 

Na Paraíba, a Capitania dos Portos também será responsável pela segurança da costa marítima de Mataraca (divisão com o RN) a Pitimbu (divisa com PE). De acordo com informações da Diretoria de Portos e Costas, a principal causa dos acidentes em embarcações de esporte e recreio é a falha humana, o que por vezes pode resultar em consequências irreversíveis.

 

Acidentes – Dados da Superintendência de Segurança do Tráfego Aquaviário da DPC mostram que somente no verão 2016/2017, mais de 34% dos acidentes registrados ocorreram envolvendo lanchas e motos aquáticas na costa brasileira. Nos últimos três verões, elas representaram mais de 74% dos casos registrados com embarcações de esporte e recreio. Naufrágio, abalroamento, queda de pessoas na água, incêndio e colisão são os casos que mais chamam a atenção nas estatísticas.

 

Redação

 

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Se passando por policiais homens invadem barraco e matam jovem, em JP

Um homem de 20 anos foi executado a tiros na madrugada desta quarta-feira (16) na Comunidade do “S” no bairro do Roger, em João Pessoa. De acordo com as informações…

PC identifica dois envolvidos em estupro coletivo, após a prisão de adolescente

O caso que chamou a atenção dos paraibanos nesta semana, quando uma jovem foi vítima de um estupro coletivo na cidade de santa Rita, teve um novo capitulo na tarde…