Ainda sobre a tentativa de homicídio da técnica em enfermagem que foi esfaqueada no Hospital de Trauma de Campina Grande foi liberada da UTI ontem (21). Ela foi internada em estado grave na UTI nesta quarta-feira (20), após sofrer uma tentativa de feminicídio dentro da própria instituição.

O suspeito do crime foi preso e encaminhado para a Central de Flagrantes, em Campina Grande. Ele foi identificado como ex-companheiro da vítima, com quem tem um filho de dois anos.

O suspeito foi conduzido pela Polícia Militar para a Central de Polícia de Campina Grande, onde passou por audiência de custódia e foi encaminhado para o Complexo Penitenciário do Serrotão.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde lamentou o crime.

“A violência doméstica é uma das mais brutais formas de violência, que atinge a mulher na sua autonomia. Eliete é vítima de um crime grave, praticada por quem a conhecia intimamente e sabia que atingi-la no seu ambiente de trabalho seria ainda mais humilhante e doloroso. O Hospital de Trauma de Campina Grande, junto com a SES, não medirão esforços para auxiliá-la, protegê-la e resgatar a sua dignidade, bem como colaborar com as autoridades policiais e a justiça”.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia desarticula ponto de tráfico de drogas em Santa Rita

A Polícia Militar desarticulou esquema do tráfico de drogas que funcionava em uma casa, na comunidade Augustolândia, em Santa Rita, e prendeu em flagrante um casal que estaria atuando na…

TJPB realiza audiência de conciliação hoje entre o Governo e policiais

Com intuito de encontrar um meio termo, o Tribunal de Justiça da Paraíba realiza hoje (28), a audiência de conciliação com o Governo do Estado e os representantes das entidades…