Por pbagora.com.br

O Conselho Tutelar da Região Praia, em João Pessoa , deteve na tarde desta sexta-feira, dia 7, Maria da Penha Oliveira da Silva, de 22, por obrigar os filhos a trabalhar no sinal e usá-los como forma de obter renda.

De acordo com Wanilson Lopes, conselheiro tutelar, Maria da Penha e o companheiro dela, padrasto das crianças, usavam os menores para pedir esmolas em alguns sinais da Capital. A acusada é mãe de três crianças: uma de seis anos, uma de três e uma de apenas um ano.

Em depoimento prestado, Maria da Penha teria afirmado que possui casa própria. “Ela estava fazendo das crianças um meio de vida. Ela tem casa própria, mas disse que pedia em sinais porque ganhava entre R$ 50 e R$ 60 por dia”, contou o conselheiro tutelar.

A acusada, detida após denúncias, recebeu voz de prisão da Promotora da Infância e Juventude, Soraya Escorel, será encaminhada para uma delegacia da Capital e deve responder por negligência e exploração de menores. Segundo Wanilson, as crianças serão encaminhadas para um abrigo da Capital.
 

O Norte

Notícias relacionadas

Polícia prende seis pessoas e apreende oito armas de fogo nesta sexta-feira

A Polícia Militar apreendeu oito armas de fogo e cumpriu seis mandados de prisão, nessa sexta-feira (16), em ações e operações realizadas em todo o Estado. Para as próximas horas,…

Polícia prende suspeito de atuar no tráfico de cocaína em Santa Rita

A Polícia Militar prendeu um jovem de 21 anos que estaria atuando no tráfico de cocaína, na noite dessa sexta-feira (16), na cidade de Santa Rita. Com ele, foram apreendidas…