Por pbagora.com.br

O polêmico caso envolvendo a morte de uma criança de um ano, onde tem como suspeita a mãe da vítima, ganhou ontem (15) mais um capitulo, quando a suposta assassina recebeu o alvará de soltura na tarde de ontem, do presídio feminino Júlia Maranhão, localizado no bairro de Mangabeira, Zona Sul, onde estava detida.

Entenda o caso – A morte de uma menina de um ano e dois meses foi registrada no último fim de semana, em Mamanguape, no Litoral Norte da Paraíba. A pequena Maria Lívia morreu após dar entrada no Hospital Geral da cidade (HGM) com indícios de desnutrição e maus tratos. A mãe foi presa pela polícia e encaminhada ao presídio situado na capital.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia evita que celulares sejam arremessados para presídio

A Polícia Militar evitou que dez aparelhos celulares, cinco carregadores de bateria e uma peça de corda fossem parar dentro da Penitenciária Padrão Regional de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba.…

Polícia encontra cerca de 300 kg drogas em fundo falso de casa, em JP

No final da manhã desta segunda-feira (03), a polícia encontrou cerca de 330 quilos de drogas em um fundo falso, em uma casa localizada na Zona Sul de João Pessoa.…