Por pbagora.com.br

Durante uma fiscalização do MP-Procon ontem (19), em Campina Grande, autuou 42 postos de combustíveis localizados na cidade, pela prática de alinhamento de preço.

Conforme o órgão fiscalizador, o alinhamento aconteceu durante cinco meses. O MP-Procon solicitou à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), uma análise que constatou a prática de conduta anticompetitiva no mercado de revenda de combustíveis, em especial a gasolina comum.

A Agência coletou informações de maio de 2018 a maio deste ano e constatou que, durante o período de junho a novembro de 2018 houve alinhamento de preços combinado e reajustes com margens inexplicáveis por parte de 42 postos revendedores.

 

Redação

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Suspeito é preso com mais de 300 embalagens de droga, em Santa Rita

A Polícia Militar apreendeu mais de 300 trouxinhas de maconha prontas para a venda e 20 pedras de crack com um suspeito de 21 anos, nesse domingo (9), em ação…

Homem atira na cabeça da sua companheira em Mari; vítima foi para o Trauma

Mais um caso de violência contra a mulher, foi registrado na Paraíba, na noite de ontem (09), quando uma mulher ficou gravemente ferida após ser baleada na cabeça, na cidade…