Por pbagora.com.br

Quase um ano após a publicação do decreto federal que endureceu a chamada lei seca, a combinação entre bebida e direção está muito longe da extinção na Paraíba.

A falta de fiscalização nos pontos mais críticos, aliada a uma ausência de estratégia unificada entre os órgãos habilitados para cumprir a legislação de trânsito, tem feito do Estado um ponto vulnerável à perigosa cultura da embriaguez ao volante.

Mesmo com a ameaça de perda da carteira por um ano e multa de quase R$ 1 mil, não há sequer tendência de redução dos casos. Pelo contrário.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal da Paraíba (PRF-PB), entre junho e dezembro do ano passado foram detidos 168 motoristas flagrados no exame do bafômetro em rodovias federais. Em 2009, os 16 aparelhos de aferição espalhados por nove estradas da União registraram 134 condutores com dosagem acima da permitida, que é de 0,2 grama de álcool por litro de sangue, equivalente à ingestão de uma lata de cerveja ou um cálice de vinho. Na prática, esses são os únicos números confiáveis envolvendo bebida e direção no Estado.

Pesquisa
Na falta de estatísticas oficiais envolvendo ocorrências de prisões e mortes causadas por motoristas bêbados, os próprios pessoenses revelaram que continuam dirigindo alcoolizados. De acordo com levantamento recente do Ministério da Saúde com mais de 54 mil brasileiros, a cidade é a sétima capital brasileira com o maior número de entrevistados que beberam e dirigiram num período de até de 30 dias antes da pesquisa.

Dos mais de 2 mil paraibanos consultados por telefone através da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), 2,1% admitiram que guiaram um carro depois de ingerir álcool. Considerando apenas os homens entrevistados, o percentual é maior: 4,4%, o que deixou a cidade em sexto lugar no ranking nacional dos bêbados motorizados. Um universo numericamente pequeno, mas que pode ter implicações mais sérias, já que a amostragem representa (proporcionalmente) a dimensão real de motoristas no estado.
 

 

O Norte

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRF prende dois foragidos da justiça em ocorrências em 2 cidades da PB

dois foragidos da justiça em ocorrências diferentes. As prisões ocorreram nos municípios de Campina Grande e Mamanguape. A primeira ocorrência aconteceu na BR 230, em Campina Grande, quando os policiais…

Polícia apreende quase duas toneladas de carne de charque na Paraíba

A Polícia Civil apreendeu mais de 1,8 mil quilos de carne de charque nas cidades de Guarabira, Brejo da Paraíba, e São Miguel de Taipu, O produto teria sido roubado…