A Paraíba o tempo todo  |

Moto-taxista entrega marmita em presídio e acaba preso

AZARADO: moto-taxista pega corrida para entregar marmita em presídio e descobre que por baixo da comida tinha maconha; profissional acabou preso

A marmita até continha comida, mas o que importava mesmo era o que recheava o reservatório: droga. Foi com o material que o moto-taxista Geraldo Antônio Oliveira foi preso ao tentar entrar na Colônia Penal Agrícola da cidade de Sousa.

Em sua defesa, Geraldo afirma um garoto (ainda não identificado) havia lhe pagado uma corrida até o centro de detenção, recomendando que a marmita fosse entregue ao detento ‘Luan’.

Chegando ao presídio, por volta das 15h30 desta quarta (05), o moto-taxista informou aos agentes penitenciários que precisava entregar a encomenda ao preso. Durante a revista, a descoberta: em meio à comida estava aproximadamente 50 gramas de maconha, enroladas em um papel.

Mesmo após as justificativas do azarado moto-taxista, os agentes o conduziram até o Distrito Policial para interrogatório.

Sem afastar nenhuma hipótese, a Polícia continua investigando o caso para concluir quem de fato escondeu a droga no deposito.

 

PB Agora

 

com Folha do Sertão

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe