A Justiça manteve a prisão preventiva por pelo menos 30 dias, do caminhoneiro suspeito de sequestrar e matar a adolescente Karolina Oliveira Gomes.

O crime ocorreu no dia 5 de agosto, quando a adolescente foi raptada no município de Goianinha, no Rio Grande do Norte, e o corpo foi encontrado no dia seguinte em um canavial no município de Capim, na Paraíba.

A vítima era natural do Rio Grande do Norte. A decisão ocorreu durante audiência de custódia no Fórum criminal de Mamanguape.

De acordo com informações policiais o caminhoneiro deverá responder pelo crime de feminicídio.

O suspeito foi localizado por uma equipe da PRF na cidade de Custódia, em Pernambuco. Já havia um mandado de prisão em aberto para o motorista, que foi detido e encaminhado à Polícia Civil da Paraíba

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PF encontra 1,6 toneladas de haxixe em embarcação em João Pessoa

Um veleiro com cerca de 1,6 tonelada de haxixe foi interceptado pela Polícia Federal (PF) em João Pessoa. De acordo com a PF essa foi a maior apreensão da droga…

Homem diz que planejou matar mulher a facadas no Trauma de Campina

Após a sua prisão ontem (20), o homem suspeito de esfaquear a companheira, no estacionamento do Hospital de Trauma de Campina Grande, disse em depoimento à polícia que “queria fazer…