A Justiça manteve a prisão preventiva por pelo menos 30 dias, do caminhoneiro suspeito de sequestrar e matar a adolescente Karolina Oliveira Gomes.

O crime ocorreu no dia 5 de agosto, quando a adolescente foi raptada no município de Goianinha, no Rio Grande do Norte, e o corpo foi encontrado no dia seguinte em um canavial no município de Capim, na Paraíba.

A vítima era natural do Rio Grande do Norte. A decisão ocorreu durante audiência de custódia no Fórum criminal de Mamanguape.

De acordo com informações policiais o caminhoneiro deverá responder pelo crime de feminicídio.

O suspeito foi localizado por uma equipe da PRF na cidade de Custódia, em Pernambuco. Já havia um mandado de prisão em aberto para o motorista, que foi detido e encaminhado à Polícia Civil da Paraíba

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia deflagra quarta edição da Operação Alvorada em toda a PB

A Polícia Militar realiza, na manhã desta sexta-feira (20), a 4ª edição da Operação Alvorada, que tem o objetivo de inibir ações delituosas e combater os crimes patrimoniais, como os…

MP autuou 42 postos de combustíveis de Campina por alinhamento de preço

Durante uma fiscalização do MP-Procon ontem (19), em Campina Grande, autuou 42 postos de combustíveis localizados na cidade, pela prática de alinhamento de preço. Conforme o órgão fiscalizador, o alinhamento…