Em uma ação integrada, policiais civis, militares e penais participaram nessa sexta-feira (29) da Operação Malhas da Lei. Foram cumpridos 14 mandados de busca, prisão e apreensão em cinco unidades prisionais de João Pessoa.

O objetivo da operação foi cumprir novos mandados de prisão e realizar buscas e apreensões junto aos presos recolhidos nas unidades prisionais e respondem por outros processos criminais.

Nos presídios, os trabalhos foram coordenados pela Gerência Executiva do Sistema Penitenciário (Gesipe) e pela Gerência de Inteligência (Gisop) com o apoio do Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE) e a Força Tática Penitenciária (FTPEN), além da presença do secretário executivo João Paulo Barros e dos diretores das respectivas unidades.

Enquanto a Polícia Penal realizava as ações nos presídios, as Polícias Civil e Militar cumpriram os mandados judiciais.

De acordo com o gerente da Gesipe, Ronaldo da Silva Porfírio, foram cumpridos 14 mandados de busca, prisão e apreensão em cinco unidades prisionais da Capital: Sílvio Porto, Presídio Feminino Júlia Maranhão, Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1/PB2), Flósculo da Nóbrega (Roger) e Penitenciária de Segurança Máxima “Geraldo Beltrão”.

“Foram empregados mais de 100 policiais penais na operação. Os mandados de busca, apreensão e prisão foram expedidos pelo juízo da Vara Única da Comarca do município de Alhandra. Os apenados identificados assinaram termo e responderão a novos inquéritos na Justiça.

Segundo informações do delegado Luciano Soares, da 1ª Superintendência de Polícia Civil de João Pessoa, os presidiários identificados são suspeitos de participação em crimes de homicídios, assaltos e tráfico de drogas e tiveram as prisões decretadas pela Justiça. “Esses presos estão sendo responsabilizados por novos crimes. As investigações irão continuar”, declarou o delegado.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mulher é arrastada por carro por cerca de 10 metros, em João Pessoa

Nesta sexta-feira (03) uma mulher foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa após ser agredida no bairro do Bessa, em João Pessoa. Vizinhos relataram que…

Polícia detém suspeito de tentar matar vizinhos por causa de fogos de artifício em CG

Na noite desta sexta-feira (3), um homem de 55 anos foi preso acusado de tentar matar dois jovens. A ocorrência foi registrada em Campina Grande, no Agreste do estado, e…