Por pbagora.com.br

O desembargador Ricardo Vital de Almeida, relator da Operação Calvário no Tribunal de Justiça da Paraíba, determinou, ontem (26), o uso de tornozeleira eletrônica pelo ex-secretário de Planejamento do Estado, Waldson Dias de Souza, bem como o recolhimento domiciliar noturno, no endereço residencial, das 20h até as 5h. As mesmas medidas serão aplicadas aos investigados Denise Krummenaur Pahim e José Arthur Viana Teixeira.

Os três foram beneficiados com a concessão de Habeas Corpus pela ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que também aplicou outras medidas cautelares, tais como comparecimento periódico em Juízo; proibição de manter contato com os demais investigados; proibição de se ausentar da comarca domiciliar, sem prévia e expressa autorização do Juízo; afastamento da atividade de natureza econômica/financeira que exercia com o Estado da Paraíba e o município de João Pessoa, que tenha qualquer relação com os fatos apurados e proibição do exercício de cargo ou função pública no Estado da Paraíba e respectivos municípios.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia apreende arma de fogo na zona sul de João Pessoa

A Polícia Militar apreendeu uma arma de fogo e prendeu um suspeito, nesse domingo (22), em João Pessoa. A ação da PM aconteceu na Cidade Universitária, durante policiamento preventivo. O…

PM prende dois homens armados e praticando roubo em Umbuzeiro

Na noite do último domingo, 22/11/20, durante realização de rondas na cidade de Umbuzeiro, a guarnição de Rádio Patrulha da 3ª CIPM foi acionada por populares dando conta de que…