A Paraíba o tempo todo  |

Julgamento de mulher acusada de mandar matar o irmão em JP é adiado

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O julgamento de Maria Celeste de Medeiros Nascimento acusada de encomendar a morte do próprio irmão em João Pessoa, foi adiado para o próximo dia 11 de outubro.

A sessão do júri popular que seria realizado na manhã desta quinta-feira (30), chegou a ser aberta, mas teve que ser adiada porque a defesa apresentou um atestado médico relatando que a ré estava com amigdalite, o que causou o adiamento.

Relembre o caso

O homem foi baleado na cabeça no dia 04 de junho de 2016 na padaria da família no Jardim Luna. De acordo com as informações do padeiro, o criminoso chegou ao local com arma em punho e mandou os funcionários ficarem no interior da padaria, enquanto isso mandou a vítima deitar no chão e entregar a chave da moto, antes que o rapaz esboçasse qualquer reação ele foi alvejado na cabeça.

Redação

Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe