A Interpol emitiu uma ordem de captura contra o ator argentino Juan Darthés, acusado de estupro pela atriz Thelma Fardin e que está no Brasil atualmente, segundo informaram fontes policiais à Agência Efe.

Nascido em São Paulo, com o nome Juan Rafael Pacífico Dabul, o ator, de 55 anos, foi acusado formalmente pela Justiça da Nicarágua pelo crime de “estupro agravado”. Pouco após saber da denúncia, Darthés viajou ao Brasil.

Nicarágua e Brasil não têm acordos de extradição. Há duas semanas, a Justiça nicaraguense pediu uma ordem de captura internacional à chefe da Interpol no país, que aceitou a solicitação.

“Isso vem de uma justiça que é muito questionada não pela questão de Darthés, mas por todos os excessos e transgressões que tiveram em seus direitos individuais”, disse o advogado de Darthés, Fernando Burlando, ao “Canal Todo Noticias”.

Segundo a denúncia, o ator se aproveitou da “relação de confiança” com Fardin para cometer a agressão sexual em um hotel em Manágua, quando ela tinha 16 anos, durante a turnê de uma série de TV que ambos protagonizavam.

O advogado de Darthés em Manágua, César Guevara, solicitou ao juiz do caso, Celso Urbina, que não efetuasse a ordem de captura contra o ator argentino. Além disso, pediu ao juiz que investigasse o passado da atriz para descartar dúvidas sobre se ela sofreu abuso sexual ou não.

Redação/Agência EFE

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Professor é espancado após ser filmado durante ato sexual em praça pública, na PB

Nessa segunda-feira (17) um professor foi espancado na cidade de Serrra Branca, no Cariri paraibano após ser foi filmado praticando sexo oral em um rapaz na praça da cidade. Após…

Família reconhece corpo de jovem desaparecido desde o dia 6, em JP

Na manhã desta segunda-feira (17), o corpo do estudante Clayton Tomaz de Souza, de 31 anos, (Alph) foi identificado pelos familiares, em João Pessoa. Ele estava desaparecido desde o dia…