A Interpol emitiu uma ordem de captura contra o ator argentino Juan Darthés, acusado de estupro pela atriz Thelma Fardin e que está no Brasil atualmente, segundo informaram fontes policiais à Agência Efe.

Nascido em São Paulo, com o nome Juan Rafael Pacífico Dabul, o ator, de 55 anos, foi acusado formalmente pela Justiça da Nicarágua pelo crime de “estupro agravado”. Pouco após saber da denúncia, Darthés viajou ao Brasil.

Nicarágua e Brasil não têm acordos de extradição. Há duas semanas, a Justiça nicaraguense pediu uma ordem de captura internacional à chefe da Interpol no país, que aceitou a solicitação.

“Isso vem de uma justiça que é muito questionada não pela questão de Darthés, mas por todos os excessos e transgressões que tiveram em seus direitos individuais”, disse o advogado de Darthés, Fernando Burlando, ao “Canal Todo Noticias”.

Segundo a denúncia, o ator se aproveitou da “relação de confiança” com Fardin para cometer a agressão sexual em um hotel em Manágua, quando ela tinha 16 anos, durante a turnê de uma série de TV que ambos protagonizavam.

O advogado de Darthés em Manágua, César Guevara, solicitou ao juiz do caso, Celso Urbina, que não efetuasse a ordem de captura contra o ator argentino. Além disso, pediu ao juiz que investigasse o passado da atriz para descartar dúvidas sobre se ela sofreu abuso sexual ou não.

Redação/Agência EFE

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais um secretário deixa a PMCG para disputar as eleições

O secretário Teles Albuquerque, titular da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, é mais um auxiliar do prefeito Romero Rodrigues que se afasta do cargo, desincompatibilizando-se para poder concorrer a…

PRF na Paraíba prende homem com 5kg de maconha

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba prendeu na noite de ontem, sexta-feira (3), no sertão do estado, um homem com 8 tabletes de maconha. Os policiais realizavam rondas nas proximidades…