A Paraíba o tempo todo  |

Iniciada na PB, operação que investiga fraudes durante a pandemia, já apreendeu R$ 190 milhões

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Operação Alquimia, iniciada em abril de 2020 na Paraíba, com o intuito de combater fraudes no que diz respeito ao enfrentamento à pandemia de covid-19, já chegou a 102 operações de repressão e essa semana atingiu a marca de quase R$ 190 milhões apreendidos.

De acordo com informações da Polícia Federal (PF), desde abril do ano passado, já foram cumpridos 158 mandados de prisão temporária, 17 de prisão preventiva e 1.536 de busca e apreensão em 205 municípios de 26 unidades da federação. O montante de contratos de produtos e serviços investigados atingiu cerca de R$ 3,2 bilhões.

A referida operação foi a primeira ação para apurar suspeita em contrato durante a pandemia e teve início na Paraíba, de lá pra cá o Amapá é o estado com o maior número de operações, com 11 no total, seguido por Maranhão (10), Pernambuco (8), Sergipe (8), Rio de Janeiro (7), São Paulo (6), Piauí (6), Pará (6), Amazonas (4) e Rondônia (4).

Sobre o montante de contratos investigados, o Pará lidera com R$ 1,4 bilhão. Em seguida, aparecem o Rio de Janeiro (R$ 850 milhões), Pernambuco (R$ 198 milhões), São Paulo (R$ 118 milhões), Minas Gerais (R$ 102 milhões), Rondônia (R$ 92 milhões) e Piauí (R$ 82 milhões).

PB Agora com informações da PF

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe