Por pbagora.com.br

Uma fiscalização realizada pelo Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial da Paraíba (Imeq-PB) durante o mês de janeiro constatou irregularidades em mais de  40 bombas de combustível. Todas foram  lacradas por fraudes no abastecimento e outras irregularidades em diversos postos do Estado

A principal irregularidade foi a quantidade de combustível abastecido ser menor que o comprado pelo consumidor.

Segundo o superintendente do Imeq-PB, Arthur Galdino, as equipes de fiscalização rodaram todo o estado e verificaram mais de 200 bombas, inspecionando selos de garantia, mangueiras, desvio padrão de abastecimento e lacres.

“Fiscalizamos todas as condições mecânicas das bombas, mas principalmente para sabermos se a vazão estava correta. O trabalho foi feito com os fiscais abastecendo medidores de 20 litros verificando o desvio padrão, que pode ser de até 100 mililitros (ml) para mais ou para menos. Em muitos casos encontramos bombas que abasteciam uma quantidade menor do que a comprada, dando vantagem ao dono do posto”, afirmou Arthur Galdino.

Flagradas, as bombas foram lacradas e os postos autuados, com aplicação de multa que variou entre R$ 100 e R$ 1,5 milhão. Ainda segundo Arthur Galdino, entre 15% e 20% das mais de 200 bombas fiscalizadas estavam com irregularidades.


Redação

Notícias relacionadas

Foragido por estupro e tortura é preso pela PRF e Polícia Civil da PB

Ação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Civil da Paraíba (PCPB) prendeu, na tarde da última quarta-feira (14), foragido da justiça pelos crimes de estupro de…

Quatro quilos de drogas, arma de fogo e munições são apreendidos em cidade da PB

A noite dessa quinta-feira (15) registrou ações de combate ao tráfico de drogas na Paraíba. A Polícia Militar apreendeu quatro quilos de maconha, arma de fogo e munições que estavam…