Por pbagora.com.br

Thiago José de Aquino Marques assassinou a esposa, Mariana Barbosa Paranhos, e a filha de quatro anos a facadas,na madrugada de sábado,(17), no Centro de Araguari, município de Minas Gerais.

Após o crime, o empresário tirou a própria vida também com um golpe de faca. A mulher, que era médica residente do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, morreu na hora, enquanto o homem e a criança morreram ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento do município. 

Testemunhas contaram à Polícia Militar que Thiago tentou atropelar a mulher quando bateu no muro de duas residências. Mariana fugiu pulando um muro, mas foi alcançada pelo empresário que a matou com 12 facadas. Logo depois, em enquanto gritava, ele golpeou a si mesmo. A menina foi encontrada na cadeirinha do banco de passageiros com um golpe de faca no tórax.
 
Até o momento, não se sabe a motivação do crime. Após o ocorrido, a Universidade Federal de Uberlândia, onde Mariana era residente em ginecologia e obstetrícia, divulgou nota onde lamentava a morte da médica e informava sobre o velório, que aconteceu na tarde de ontem, na Funerária Ângelo Cunha, em Uberlândia, cidade onde a família morava.

 

Redação com G1 Minas

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

PRF na PB recupera veículo roubado no Ceará que circulava clonado no Sertão

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba recuperou, na noite da última segunda-feira (19), um veículo Fiat Uno roubado. A ação ocorreu durante fiscalização realizada na BR 230, próximo ao Parque…

Polícia captura três homens foragidos da Justiça, um deles acusado de homicídio na PB

As ações da Polícia Militar, nesta manhã de terça-feira (20), levaram à captura de três pessoas que estavam foragidas da Justiça, entre elas um homem acusado do crime de homicídio.…