A morte de uma adolescente piauiense em Parnaíba tem comovido toda a população na cidade no norte do Piauí e acende alerta para os pais em todo o estado. Foi pelas redes sociais, que a jovem Julia Rebeca anunciou o dia da própria morte. Tudo aconteceu depois que uma filmagem íntima entre ela, um rapaz e outra adolescente, filmada pela própria jovem, vazou para as redes sociais através do WhatsApp.

 

Júlia Rebeca foi encontrada morta dentro do quarto, enrolada no fio da própria chapinha no último dia 10 de novembro, domingo passado. A data foi postada em uma mensagem através do Instagram e do Twitter da jovem, que dizia: “Eu te amo, desculpa eu n ser a filha perfeita mas eu tentei… desculpa desculpa eu te amo muito mãezinha.. desculpa desculpa…!! Guarda esse dia 10.11.13 [sic]“.

 

O caso levantou polêmica, justamente pelo dano que as redes sociais vem causando aos jovens, que não aprenderam ainda a lidar com a ferramenta e acabam caindo em armadilhas. É cada vez mais comum notícias sobre o vazamento desse tipo de vídeo, que mudam a vida dos protagonistas por completo, e alguns acabam chegando ao extremo, como o caso da adolescente de Parnaíba.

 

Nação Nordestina

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Suspeito de assaltar vigilante da UFPB nesta sexta-feira é preso

Na tarde desta sexta-feira (21), um homem suspeito de ser um dos envolvidos no assalto a um vigilante da Universidade Federal da Paraíba foi preso. O homem foi capturado no…

Homossexual é atingindo por tiros no bairro dos Novais, em João Pessoa

Uma tentativa de assassinato ocorreu na noite de ontem (20), no bairro dos Novais, em João Pessoa, quando uma travesti ficou gravemente ferida após ser atingida por três tiros. A…