Uma fiscalização do Ministério Público e outros órgãos constatou que uma bomba estava fraudando a venda de combustível na cidade de Sousa, no Sertão paraibano.

De acordo com o que foi apurado pela fiscalização, a vazão da bomba que vendia gasolina aditivada estava adulterada e o combustível que saía era em menor quantidade do que estava registrado no painel.

O posto alega em sua defesa que a bomba estava lacrada de fábrica e que vai apresentar toda documentação. A operação vai continuar fiscalizando outros estabelecimentos no Estado.

 

Redação com MP

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia apreende armas e munições após abordar dupla em Rio Tinto

A Polícia Militar apreendeu um revólver e mais de 25 munições após abordar dois suspeitos que estavam circulando em uma moto, na zona rural de Rio Tinto, no Litoral Norte…

Casal suspeito de interceptar entregas de compras feitas pela internet é preso em JP

A Polícia Militar prendeu em flagrante o casal que estaria interceptando funcionários de distribuidoras responsáveis pela entrega de compras feitas pela internet – forma de comércio que aumentou durante o…