Uma fiscalização do Ministério Público e outros órgãos constatou que uma bomba estava fraudando a venda de combustível na cidade de Sousa, no Sertão paraibano.

De acordo com o que foi apurado pela fiscalização, a vazão da bomba que vendia gasolina aditivada estava adulterada e o combustível que saía era em menor quantidade do que estava registrado no painel.

O posto alega em sua defesa que a bomba estava lacrada de fábrica e que vai apresentar toda documentação. A operação vai continuar fiscalizando outros estabelecimentos no Estado.

 

Redação com MP

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Gangue da ‘marcha à ré’ volta a atacar loja em Campina; PM prende 5 suspeitos

A gangue da ‘marcha à ré’ voltou a atacar e invadiu em menos de oito dias a loja Rutra, no centro de Campina Grande. O fato ocorreu na madrugada desta…

Suspeitos de tentar assaltar CBTU em João Pessoa são presos

A Polícia Militar prendeu três suspeitos que teriam participado da tentativa de roubo, no início da tarde desta quarta-feira (16), na Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), no bairro do…