O filho do auditor fiscal assassinado em João Pessoa e os dois suspeitos de executarem o homicídio foram encaminhados ao Presídio do Roger.O trio passou por audiência de custódia na tarde desta terça-feira (27), no Fórum Criminal da Capital.

O auditor foi morto no dia 7 de julho, em uma granja no bairro do Valentina, em João Pessoa. Entre os supostos autores do crime está está Paulo Rodrigues Teixeira de Carvalho, filho do auditor e acusado de ser o mandante do crime. Os outros suspeitos são Dyego da Silva Cavalcante e Carlos Roberto.

O próximo passo, segundo o delegado Hugo Hélder,é fazer as provas técnicas, que são o exame de eficiência das armas e o confronto balístico. Ainda de acordo com o delegado, será checada informação de que uma das armas utilizadas pertencia ao auditor e que estava na casa dele.

O delegado não descarta a possibilidade de novas prisões relacionadas ao caso.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça decide que mulher suspeita de matar marido, cumprirá prisão domiciliar

A mulher presa na tarde de anteontem (19) suspeita de matar o marido a facadas, no bairro Três Irmãs, em Campina Grande, no Agreste paraibano, irá responder pelo crime por…

Polícia faz abordagens e apreende drogas em bairros de JP

A Polícia Militar apreendeu drogas dos tipos maconha, cocaína e crack, durante as abordagens realizadas nessa segunda-feira (20), nos bairros São José e Geisel, em João Pessoa. Nas ações, foram…