Na manhã desta segunda-feira (17), o corpo do estudante Clayton Tomaz de Souza, de 31 anos, (Alph) foi identificado pelos familiares, em João Pessoa. Ele estava desaparecido desde o dia 6 de fevereiro e foi encontrado com uma marca de tiro na cabeça.

Natural de pernambuco, o estudante do cursa Filosofia na Universidade Federal da Paraíba (UFPB. Segundo a polícia, o corpo do jovem foi encontrado no dia 8 de fevereiro com marcas de tiros e em avançado estado de decomposição.

O corpo de Alph foi encontrado em uma mata às margens de uma estrada em Gramame. e reconhecido no Gemol, em João Pessoa, pelo pai.

Peritos do Instituto de Polícia Cientifíca (IPC) atestam que Alph sofreu um disparo de arma de fogo na cabeça. A Polícia Civil ainda não tem informações que levem à motivação do crime e a seus autores.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRF na Paraíba prende homem com 5kg de maconha

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba prendeu na noite de ontem, sexta-feira (3), no sertão do estado, um homem com 8 tabletes de maconha. Os policiais realizavam rondas nas proximidades…