Por pbagora.com.br

Acerto de contas. Essa é uma das teses levantadas pela polícia para explicar o homicídio do ex-presidiário Michel Douglas Andrade Rodrigues, 26 anos, na manhã desta sexta-feira, no município de Monteiro, Cariri da Paraíba.

A vítima, que é natural de Campina Grande, estava acompanhado da companheira, identificada como Verônica Brito. Ela foi baleada na perna e socorrida pelo Samu para um hospital da cidade.

Segundo informações colhidas no local, o casal chegava a casa onde moram, quando fora abortados por elementos em uma moto.

 

Pelo menos cinco tiros atingiram a cabeça e o tórax da vítima Michel Douglas Andrade Rodrigues de 26 anos.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Polícia apreende arsenal e prende dois suspeitos em cidade do Sertão paraibano

A Polícia Militar apreendeu oito armas de fogo e prendeu dois suspeitos nesse domingo (18), em uma ação realizada na cidade de Imaculada, no Sertão da Paraíba. De acordo com…

Policial de folga salva idosa de incêndio na Capital

Uma idosa que estava com a casa em chamas foi salva pela atitude de um soldado da Polícia Militar, na noite desse sábado (17), no bairro de Mangabeira VII, na…