O empresário Roberto Vicente Correia do Monte, que confessou ter matado o radialista Joacir Oliveira Junior, com um tiro no peito, no último dia 30 de maio, em um restaurante, em Campina Grande, foi transferido, na tarde desta quinta-feira (6), para a Penitenciária de Segurança Média Juiz Hitler Cantalice, no Bairro de Mangabeira, em João Pessoa.

Na última segunda-feira (03), durante audiência de custódia, a juíza Francilene Melo Jordão decidiu manter a prisão do acusado. Ele foi preso pela Polícia Civil um dia após o crime.

O empresário foi identificado através das câmeras de segurança que flagraram o crime. As imagens mostram que ele e o radialista se encontraram em um restaurante no centro de Campina Grande, se abraçam e depois começam a beber juntos. Depois o empresário vai ao banheiro, paga a conta dele e do radialista e em seguida volta já atirando.

O radialista morreu no local. Depois do crime, o empresário deixou o restaurante e fugiu do local com um motorista particular. Na propriedade da família do empresário, a Polícia Civil encontrou um pente de pistola e munições enterrados. O calibre da munição encontrada é o mesmo da arma usada no crime. O empresário foi preso em flagrante. O motorista que ajudou ele na fuga foi responsabilizado através de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e liberado.

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Jovem é atingido por bala perdida durante assalto a hipermercado na BR-230

Mais uma vítima da violência instalada no país, ficou ferida ontem (19) à noite, quando um jovem de 13 anos levou um tiro de bala perdida, enquanto estava passando durante…

Mais de 50 armas de fogo são apreendidas pela PMPB na última semana

Nas ações realizadas no período de 12 a 18 agosto, a Polícia Militar apreendeu 51 armas de fogo na Paraíba, chegando a 1.861 armas retiradas de circulação pela corporação, já…