O empresário Roberto Vicente Correia do Monte, que confessou ter matado o radialista Joacir Oliveira Junior, com um tiro no peito, no último dia 30 de maio, em um restaurante, em Campina Grande, foi transferido, na tarde desta quinta-feira (6), para a Penitenciária de Segurança Média Juiz Hitler Cantalice, no Bairro de Mangabeira, em João Pessoa.

Na última segunda-feira (03), durante audiência de custódia, a juíza Francilene Melo Jordão decidiu manter a prisão do acusado. Ele foi preso pela Polícia Civil um dia após o crime.

O empresário foi identificado através das câmeras de segurança que flagraram o crime. As imagens mostram que ele e o radialista se encontraram em um restaurante no centro de Campina Grande, se abraçam e depois começam a beber juntos. Depois o empresário vai ao banheiro, paga a conta dele e do radialista e em seguida volta já atirando.

O radialista morreu no local. Depois do crime, o empresário deixou o restaurante e fugiu do local com um motorista particular. Na propriedade da família do empresário, a Polícia Civil encontrou um pente de pistola e munições enterrados. O calibre da munição encontrada é o mesmo da arma usada no crime. O empresário foi preso em flagrante. O motorista que ajudou ele na fuga foi responsabilizado através de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e liberado.

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRF na Paraíba recupera carro roubado em Pernambuco que circulava clonado

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba recuperou, na tarde da última quinta-feira (9), um veículo Kia Sportage roubado avaliado em R$ 46 mil. A ação ocorreu durante fiscalização realizada na…

Mulher é atingida por seis tiros após impedir filho de ser assassinado na PB

Uma mulher foi atingida por seis tiros após impedir filho de ser assassinado, em Lucena, no Litoral da Paraíba. O caso que movimentou a área policial aconNteu na madrugada desta…