A Polícia Militar da Paraíba prendeu na noite dessa quarta-feira (23) o empresário da área de segurança privada, Julliem Charles Bezerra Lemos, 37 anos. Ele teria ameaçado a esposa, na cidade de Cabedelo, e foi preso em flagrante com base na Lei Maria da Penha.

 

Segundo a delegada Vera Lúcia Soares, a agressão teria acontecido por volta das 19h por conta de uma discussão no estabelecimento comercial do casal, com o uso de arma de fogo. “A vítima disse que foi ameaçada com uso de uma pistola. Com medo, ela gritou e chamou a atenção de funcionários, que se aproximaram. Nesse momento, ligou para a Polícia Militar, que rapidamente chegou ao local e realizou a prisão em flagrante”, explicou a autoridade policial.

 

Ainda de acordo com a delegada, Julliem negou que tenha realizado a ameaça e que tenha usado uma arma para isso, mas admitiu ser proprietário de uma pistola, devidamente registrada. A arma não foi encontrada pela Polícia Militar.

 

Além de realizar o flagrante, a delegada solicitou medida protetiva para a vítima e suspensão do porte de arma do suposto agressor. “A fiança não foi arbitrada porque a Lei Maria da Penha determina que se houver risco à vida da vítima só o juiz pode determinar a liberdade do preso. O empresário permanece recolhido na Central de Polícia, em João Pessoa, à disposição da Justiça”, afirmou Vera Lúcia.



Secom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bandidos explodem mais uma agência bancária na Paraíba

A Paraíba registrou mais uma explosão a caixa eletrônico, na noite dessa sexta-feira  (29), na cidade de Jericó, no Sertão paraibano. Os bandidos explodiram uma agência do Bradesco por volta…

Mecânico bêbado tanta fugir da polícia em moto de cliente e acaba preso

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba prendeu em Campina Grande, na tarde dessa sexta-feira (29), um motociclista embriagado que desobedeceu ordem de parada e fugiu em alta velocidade realizando ultrapassagens…