Por pbagora.com.br

 A empresária Célia Márcia Santos Cirne, 70 anos, proprietária da loja Brasil Atacado, localizado na rua João Pessoa, em Campina Grande, morreu na tarde desse sábado, 24, após sofrer um tiro na região da cabeça quando foi abordada por bandidos armados.

 

Ela deixava a loja pelo estacionamento localizado na rua Getúlio Vagas quando sofreu o disparo.

 

A vítima ainda foi socorrida pelo Samu para o hospital de Emergência e Trauma, mas não resistiu a gravidade do ferimento e morreu.

 

Ela era casada com o médico Valfredo Cirne e mãe do empresário Henrique Cirne, que atualmente está desenvolvendo empreendimento imobiliário na cidade. As informações são do paraibaonline.


Redação

 

 

Notícias relacionadas

Homem é preso com arma e 2 kg de maconha no Malvinas, em CG

Na noite desse sábado (7), em rondas no bairro das Malvinas, na Rua Cabaceiras, a guarnição da Força Tática do 2°BPM se deparou com um indivíduo em atitude suspeita, com…

Homem morre no dia do aniversário após ser atingido por carro em CG

Um motociclista morreu em Campina Grande, na manhã deste sábado (8), após ser atingido por um carro em alta velocidade no cruzamento entre as ruas Genuíno Alves correria com a…