Por pbagora.com.br

“O senador José Maranhão vai fazer muita falta à Paraíba e ao Brasil, porque ele foi, durante toda a sua vida, um homem competente, trabalhador, íntegro e honesto. E eu haverei de continuar com o seu trabalho no Senado, representando o que ele sempre pregou: a igualdade, a democracia e a justiça”. O comentário, feito pela senadora Nilda Gondim em sua primeira sessão como titular, fez parte das homenagens prestadas pela parlamentar emedebista à memória do senador José Maranhão, que morreu na noite de segunda-feira (08) em decorrência de complicações causadas pela Covid-19.

Antes da sessão, Nilda Gondim destacou a liderança política de aceitação inquestionável de José Maranhão em todas as camadas da população paraibana, do Litoral ao Sertão, condição esta, conforme a senadora, o credenciou a exercer os cargos mais importantes da representação política do seu Estado (a Paraíba).

“José Maranhão deixou a nossa convivência material no exercício do seu segundo mandato de Senador da República. Antes de se eleger para o Senado, nas eleições de 2002 e de 2014, foi governador da Paraíba por três mandatos (assumindo pela primeira vez a Chefia do Poder Executivo paraibano em setembro de 1995, após a morte do então governador Antônio Mariz, de quem era vice), deputado federal, deputado federal constituinte e deputado estadual”, ressaltou.

Nilda Gondim também destacou a luta de José Maranhão (por mais de setenta dias) contra a Covid-19, “num grande exemplo de força e determinação”, e disse estar assumindo a titularidade do cargo antes por ele ocupado triste pela perda de um valoroso companheiro de partido e de lutas em favor da Paraíba e do Brasil e, ao mesmo tempo, determinada a fazer valer as expectativas do povo paraibano quando escolheu a chapa composta por Maranhão (como titular) e por ela (como primeira-suplente) para representá-lo no Senado da República.

Mais homenagens – Em suas mídias sociais, a senadora Nilda Gondim escreveu:

“Devido às recomendações médicas para o grupo de risco, do qual faço parte, não pude comparecer ao sepultamento do amigo, Senador José Maranhão, na manhã desta quarta-feira, dia 10, na sua cidade natal, Araruna.

Sei da dor que esse momento representa. Palavras de consolo não serão o suficiente para sanar a tristeza que recai sobre a família do ex-governador. Porém, a certeza de que seus gestos em favor do povo paraibano não serão esquecidos traz o acalento necessário para superar esses primeiros dias de ausência.

Desta forma, não vejo melhor forma de homenageá-lo do que dar continuidade ao trabalho incansável que ele mantinha, trazendo benefícios para o nosso Estado e para o Brasil. É buscando o melhor para aqueles que mais precisam de assistência que venho honrando desde que assumi e continuarei a honrar o mandato deste homem público que, por forças maiores, foi tirado do nosso convívio social.

Que ele descanse em paz!”

 

Assessoria

Notícias relacionadas

Duas pessoas sofrem tentativa de homicídio no Cristo Redentor, em João Pessoa

Por pouco dois homens não foram assassinados em João Pessoa na noite desta sexta-feira (26). Eles foram vítimas de uma tentativa de homicídio praticada por dois adolescentes menores de 18…