O empresário Walter Faria, dono do Grupo Petrópolis, se entregou à Polícia Federal no começo da tarde desta segunda-feira (5/8). Alvo da 62ª Fase da Lava-Jato, deflagrada semana passada, ele se apresentou em Curitiba.

Walter era considerado foragido desde o dia 31 de julho, quando teve um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça Federal. O empresário é acusado de envolvimento em um esquema pagamento de propina por meio de doações eleitorais. As investigações apontam envolvimento dele em operações de lavagem de dinheiro feitas pelo Grupo Petrópolis, da marca de cerveja Itaipava.

As diligências apontam que o Grupo Petrópolis auxiliou a Odebrecht no esquema de corrupção, trocando reais por dólares no exterior.

Em nota, o Grupo Petrópolis informou “que seus executivos já prestaram anteriormente todos os esclarecimentos sobre o assunto aos órgãos competentes”. A companhia destacou ainda que “sempre esteve e continua à disposição das autoridades para o esclarecimento dos fatos.”

 

Redação

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeito e presidente da Câmara de Vereadores de Aroeiras são feitos reféns em assalto

Na manhã deste sábado (17), o prefeito Mylton Domingues de Aguiar e o presidente da câmara de vereadores Antônio José da Silva, do município de Aroeiras, Agreste da Paraíba,foram feitos…

Acusado de estuprar sobrinha é condenado a 8 anos de cadeia

Um homem acusado de estuprar a sobrinha, à época com 13 anos de idade, foi condenado a oito anos e dois meses de reclusão, em regime fechado. A sentença foi…