Por pbagora.com.br

Em uma operação conjunta, as Polícias Civil da Paraíba e do Rio Grande do Norte prenderam nesta sexta-feira (17) um homem suspeito de praticar assaltos e golpes contra locadoras de veículos nos dois Estados.  Alefy Ângelos da Silva, 24 anos, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça de Natal, no entanto, ele foi encontrado no bairro dos Funcionários II, em João Pessoa.

 

O mandado, expedido pela 11ª Vara Criminal de Natal,  foi cumprido por equipes da Delegacia de Combate aos Crimes Organizados da Paraíba (DCCOR), com apoio da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur) do Rio Grande do Norte.

 

De acordo com o delegado da DCCOR, Allan Murilo Terruel, as investigações mostraram que Alefy procurava locadoras para alugar veículos com objetivo de praticar assaltos em bairros nobres de João Pessoa e de Natal.  Além dos roubos, o investigado lesava as locadoras, porque não devolvia e nem pagava pelos carros locados.

 

Após receber queixas das vítimas, a Polícia Civil do Rio Grande do Norte pediu a prisão preventiva do suspeito. No entanto, como ele se encontrava morando em João Pessoa, o mandado foi encaminhado à Justiça da Paraíba e remetido para a DCCOR.

 

Na manhã desta sexta-feira, após receber a ordem judicial, equipes da DCCOR foram até a residência do suspeito, no bairro dos Funcionários II, em João Pessoa, para fazer a prisão. Os policiais chegaram ao local por volta das 5h da manhã e não  houve resistência.

 

Alefy foi encaminhado à Central de Polícia, no bairro do Geisel, e, em seguida, encaminhado à audiência de custódia, no Fórum Criminal de João Pessoa, onde foi ouvido pelo juiz. Assim que o judiciário decretar o recambiamento, ele será transferido para a cidade de Natal, onde será interrogado e, depois, recolhido a um presídio.

 

Apesar de o inquérito policial tramitar em Natal, o delegado Allan Terruel explica que as pessoas que tiverem sido vítimas de Alefy em João Pessoa podem procurar a DCCOR, localizada na Central de Polícia, para registrar a queixa. “Elas devem procurar a Delegacia de Combate ao Crime Organizado, na Central de Polícia da Capital, e fazerem a identificação do preso para o procedimento de conclusão e encerramento das investigações”, afirmou Terruel.

 

Redação

Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

Notícias relacionadas

Homem morre após cair de viaduto na BR-230, em João Pessoa

Na tarde desta terça-feira (14), um homem morreu após cair de um viaduto sobre a BR-230, no bairro de Tambauzinho, em João Pessoa. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no…

Vídeo: PRF encerra evento realizado às margens da rodovia em Campina Grande

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba encerrou, na madrugada desta quarta-feira (16), a gravação de um show que ocorria em casa de eventos localizada às margens da rodovia, no município…