Na tarde de ontem (26), a chegou a Câmara Municipal de Campina Grande o pedido de licença por 15 dias o vereador Renan Maracajá (PSDC). O pedido segundo a direção da Casa é sem renumeração.

O parlamentar está preso preventivamente em uma unidade penitenciária de Mangabeira, em João Pessoa, desde a última quinta-feira (22). Renan é um dos investigados na segunda fase da ‘Famintos’.

Como a licença é de apenas 15 dias, a presidente da Câmara Municipal campinense, Ivonete Ludgério, explicou que não será necessário convocar um suplente para substituir Renan Maracajá. Se fosse o caso, o suplente imediato seria Gildo Silveira, que havia assumido interinamente o cargo de secretário de Educação e agora foi substituído por Rodolfo Gaudêncio.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Motoboy é assaltado e suspeitos roubam comida que seria entregue, em JP

Os bandidos não dão trégua na Paraíba. E roubam de tudo. Um motoboy foi assaltado na noite desta segunda-feira (16), em João Pessoa, quando estava fazendo uma entrega de uma…

Suspeito de matar vizinho com tiro na cabeça em Campina Grande é preso

Na tarde desta terça-feira (17) a polícia prendeu o homem de 33 anos suspeito de matar o vizinho com um tiro na cabeça, em Campina Grande. O crime aconteceu na…