A Polícia Civil, através de um mandado de prisão, capturou um dentista de 59 anos acusado de ter estuprado a enteada durante quatro anos. O crime, segundo o Ministério Público da Paraíba (MPPB), aconteceram quando a vítima era adolescente. O acusado foi detido na cidade de Cajazeiras, no Sertão paraibano.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Glauber Fontes, o MPPB afirma que os abusos aconteceram durante os anos de 2002 a 2005, quando a vítima tinha entre 10 e 14 anos de idade, no muicípio de Itaporanga, onde ele morava com a adolescente e a mãe dela.

A polícia chegou ao suposto agressor após denúncias anônimas. O delegado afirmou que o acusado já deveria estar preso, no entanto, não havia sido localizado anteriormente para o cumprimento do mandado de prisão.

O dentista está preso em uma unidade prisional de Itaporanga.

 

PB Agora

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem é preso suspeito de participar de estupro coletivo, em Santa Rita

A Polícia Militar prendeu um homem suspeito de participar do estupro coletivo que aconteceu em Santa Rita, no último domingo (13). A vítima, de 21 anos, identificou três homens que teriam…

Estupro coletivo em Santa Rita: suspeitos teriam filmado abuso

Os integrantes das Polícias Civil e Militar, que prenderam os suspeitos de estuprar uma mulher, na cidade de Santa Rita, que foram presos ontem (14), tiveram acesso a um vídeo…