A Paraíba o tempo todo  |

Defesa de Ruan entra com pedido de HC no TJPB alegando que empresário está sendo ameaçado de morte

Adefesa do empresário Ruan Ferreira de Oliveira, que atropelou e matou o motoboy Kelton na madrugada do dia 11 de setembro, em um cruzamento do Retão de Manaíra, entrou com um pedido de Habeas Corpus junto ao Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). Ruan teve a prisão preventiva decretada e está foragido.

A defesa de Ruan alega que o suspeito de homicídio qualificado esteve envolvido apenas em um acidente de trânsito e que a ideia de que ele seria um indivíduo de alta periculosidade não se sustenta pois ele seria réu primário e nunca teria respondido a nenhum processo criminal.

Além disso, a defesa culpa a imprensa, a que chama de “enojantes tabloides”, por uma cobertura midiática que estaria colocando em risco a vida de Ruan e seus familiares.

Ruan não é visto desde o dia do acidente, quando postou, horas antes, stories ingerindo bebidas alcóolicas. Ele não prestou socorro à vítima e fugiu do local. Ele conduzia o seu veículo a 163 km/h e ignorou o semáforo que lhe mostrava a luz vermelha.

Confira o pedido:

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe