Por pbagora.com.br

Feminicídio. O crime que chamou atenção da Paraíba pelos requintes de crueldade que envolveu todo o plano pós-assassinato. A vítima morreu no dia 3 de junho do ano passado.

Primeiro a polícia tomou conhecimento do desaparecimento da adolescente Ana Katarina, de 17 anos. Depois, as investigações apontaram de que a jovem teria sido assassinada. Em seguida, no desenrolar das investigações e ciente de que a polícia se aproximava da resolução do crime, o suspeito teria desenterrado o corpo, levado a outra cidade e tentado carbonizá-lo para só depois enterrá-lo novamente.

Após tentar queimar o corpo de Katarina, a polícia diz que o acusado jogou a ossada às margens da BR-412, na cidade de Boa Vista.

Os agentes da Polícia Civil que estão no caso, localizaram nesta quarta-feira (24), a primeira cova onde a vítima teria sido enterrada. Também foram encontradas as roupas que ela teria usado no mesmo dia em que desapareceu, no município de Soledade. Roupas estas reconhecidas pela mãe de Katarina.

Segundo a polícia, o namorado de Katarina, de 21 anos, é o principal suspeito. Ele está preso desde o dia 4 de abril.

 

PB Agora
Foto: Polícia Civil

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Suspeitos de tráfico são presos e ponto de vendas desarticulado, na PB

Dois homens e uma mulher foram presos em flagrante, na madrugada desta segunda-feira (8), durante a operação que desarticulou um ponto de venda de drogas, na cidade de Mamanguape, no…

PRF prende em CG homem acusado de importunação sexual contra três mulheres

O homem foi detido após o motorista parar o ônibus e informar o fato aos policiais. Três mulheres que não se conheciam relataram a mesma conduta do passageiro. O homem…