Por pbagora.com.br

Na manhã desta quarta-feira (4), a polícia encontrou o corpo de um jovem numa localidade de mata na Comunidade Aratu, bairro de Mangabeira, em João Pessoa. De acordo com os peritos da Polícia Civil, antes de ser enterrado, o corpo foi carbonizado.

Ainda não foi possível identificar a vítima, pois de acordo com a polícia, o corpo se encontra avançado estado de decomposição.

O perito criminal da Gerência de Medicina Legal e Odontologia (Gemol), Aldenir Lins, solicitou que familiares de pessoas desaparecidas procurem o Instituto da Polícia Científica (IPC) para identificar o corpo.

Segundo Lins, só o laudo da necropsia vai explicar o que ocasionou o óbito da vítima. O perito revelou que o(s) autor(es) do crime enterrou a vítima numa cova rasa e fez uma fogueira, dificultando a identificação da vítima e até mesmo o sexo.

Com base na perícia feita no local,  a pessoa pode ter sido morta há cerca de uma semana. A vítima teve as mãos amarradas a um cabo de antena e levada até o local. Pelo pouco que foi possível descrever sobre o corpo, os peritos afirmaram tratar-se de uma pessoa jovem e franzina, com um anel prateado no dedo anelar da mão direita.

O próximo passo é fazer a coleta do material para DNA. Porém, enquanto não aparecer ninguém da família esse material ficará armazenado no laboratório. Um exame de antropologia forense é que vai identificar sexo e idade da vítima.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem é baleado ao defender esposa de assalto, no bairro Cristo Redentor, em JP

Um homem de 43 anos foi internado no Hospital de Emergência e Trauma após ser atingindo por tiros nos braços e nas pernas, na noite dessa terça-feira (1°), no bairro…

Assaltantes trocam tiros com PM após equipe impedir roubo na capital

Uma tentativa de roubo, perseguição e troca de tiros ocorreu na noite de ontem (1º), no bairro Quadramares, em João Pessoa. O caso aconteceu por volta das 22h. Segundo informações…