A Paraíba o tempo todo  |

Corpo da menina Júlia, violentada e assassinada pelo padrasto, é sepultado em JP

Foi sepultado sob forte comoção, na manhã desta quarta-feira 920), o corpo da menina Júlia dos Anjos, de apenas 12 anos, que foi morta dentro de casa pelo próprio padrasto.

O sepultamento ocorreu logo após o IML liberar o corpo de Júlia.

A menina foi encontrada sem vida dentro de um cacimbão nas proximidades da casa onde morava, na semana passada.

Também na manhã de hoje, o delegado Hector Azevêdo informou que Francisco Lopes, padrasto da menina foi ouvido mais uma vez, no presídio do Róger e confirmou que abusou sexualmente da garota por mais de uma vez, inclusive no dia em que ele a matou.

O homem disse que a mãe de Júlia não sabia dos abusos e que a violência sexual teria começado há pelo menos quatro meses.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      4
      Compartilhe