A Paraíba o tempo todo  |

Condenado por homicídio e estupro é preso em Areia com objetos roubados de comerciante

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Polícia Civil da Paraíba, através do trabalho investigativo da Delegacia de Areia, com apoio da 12ª DSPC em Esperança, realizou na tarde desta quarta-feira, 4, a prisão de um homem de 35 anos, contra o qual havia mandado de prisão em condenação definitiva pelos crimes de homicídio e estupro, fatos ocorridos na zona rural de Areia em 2011 e que tiveram grande repercussão no município.

Segundo o delegado Cristiano Santana, seccional da 12ª DSPC, a prisão aconteceu no Sítio Lagoa, que fica na zona rural de Areia, local onde o criminoso estava se escondendo. “A equipe da Delegacia Municipal de Areia, de posse do mandado de prisão, intensificou as investigações sobre o paradeiro desse homem e na tarde de ontem a Polícia Civil tirou de circulação um criminoso perigoso, dando uma resposta efetiva à sociedade, principalmente pelo crime que chocou a população de Areia”, ressaltou.

Outro caso de repercussão na área da 12ª Delegacia Seccional de Polícia Civil foi a prisão realizada ontem pelo Grupo Tático Especial (GTE) de Esperança, de um homem com parte de objetos roubados da casa de um comerciante, crime ocorrido na noite do último sábado.

“Essa prisão aconteceu em Campina Grande, apesar do fato ter ocorrido em Esperança. Vários objetos foram roubados da casa do comerciante e, numa ação rápida dos nosso agentes de investigação, conseguimos recuperar o Iphone 11 do comerciante, entre outros objetos de valor, mais uma vez dando uma resposta rápida e eficiente à sociedade”, concluiu Cristiano Santana.

A população pode colaborar com a Polícia Civil fazendo qualquer tipo de denúncia através do número 197 (Disque-Denúncia). A ligação é gratuita e anônima, sendo garantido sigilo absoluto sobre quem fez a denúncia.

Da Redação com Assessoria

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe