A polícia realizou a apreensão de 194 aves silvestres na feira Quebra-Quilos, em Campina Grande, no Agreste paraibano. Na ação, que ocorreu no último sábado (25), cinco pessoas suspeitas de tráfico de animais foram presas.

A operação foi liderada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). De acordo com o órgão, algumas das aves apreendidas já foram soltas na natureza, no entanto, as que estavam debilitadas foram encaminhadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres, em Cabedelo, para receber o tratamento necessário.

De acordo com Lei 9.605, a punição para o crime de tráfico de animais silvestres é de detenção de seis meses a um ano e multa.

 

PB Agora
Foto: Divulgação/Ibama


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, é alvo de buscas e apreensões da PF

A Polícia Federal (PF) cumpre, na manhã desta terça-feira (15/10), nove mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao presidente do PSL, Luciano Bivar. A Operação Guinhol investiga esquema…

PC prende foragido da Justiça com arma e drogas em Cabedelo

Um foragido da justiça que respondia a processo judicial por tráfico de drogas, foi recapturado ontem (14), pela Polícia Civil, através de equipes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, em…