Por pbagora.com.br

A pacata cidade de Palmeira dos índios, a 135 km de Maceió (AL), viveu dias de completo terror com uma onda de estupros. O delegado Antônio Rosalvo conversou com o R7 e contou que muitas crianças começaram a apresentar doenças sexualmente transmissíveis, quando os pais desconfiaram de um possível abuso.

— Temos exames colhidos em 16 crianças, mas o número é mais que o dobro. Muitas famílias foram embora da cidade com medo e não conseguimos colocar no processo, mas sabemos que o número passa de 30 crianças.

Os estupros teriam sido cometidos pelo mesmo homem, já identificado pela polícia. O inquérito será remetido à Justiça nesta quarta-feira (28). O delegado deve divulgar uma foto do suspeito. Ele disse que informações dão conta de que o homem está em São Paulo.

— Levamos um tempo para ligar os casos, que ocorreram durante meses. Mas agora eu preciso divulgar quem é esse suspeito e precisamos de uma força tarefa para prendê-lo.

A população chegou a realizar protestos contra a onda de violência. Por envolver crianças, o caso corre em segredo de Justiça.



R7

Notícias relacionadas

Ex-vice-prefeito de cidade paraibana é assassinado, no Sertão

No fim da manhã desta quinta-feira (15), o ex-vice prefeito da cidade de Brejo dos Santos, Edivan Guedes de Araújo, de 53 anos, foi assassinado no município de Paulista, no…

Foragido por estupro e tortura é preso pela PRF e Polícia Civil da PB

Ação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Civil da Paraíba (PCPB) prendeu, na tarde da última quarta-feira (14), foragido da justiça pelos crimes de estupro de…