Por pbagora.com.br

Se apresentou na manhã desta quinta-feira (13), à Delegacia de Homicídios de João Pessoa, o policial militar que atirou em um grupo de jovens na noite dessa quarta-feira (12) na frente de uma pizzaria no bairro do Aeroclube. Um jovem morreu e outro está ferido em estado grave.

Luis Pereira, advogado do policial, disse que o soldado estava muito abalado com a tragédia e vai ser afastado das atividades operacionais. Ele ainda reforçou a informação da pizzaria de que Fernando Vieira da Costa não integra os quadros de funcionários do estabelecimento.

Após a apresentação, o soldado foi liberado para tratamento psicológico.

O capitão da companhia em que Fernando está lotado declarou que após o ocorrido ele entrou em contato relatando o fato.

“O soldado de imediato entrou em contato comigo, informando o ocorrido e solicitou também ao irmão que informasse a PM e que também chamassem o socorro. Ele disse que chegou lá para pegar a motocicleta com o irmão dele, que trabalha na pizzaria" disse.

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PF cumpre mandados na Paraíba contra grupo acusado de fraudar bancos

A Polícia Federal na Paraíba deflagrou na manhã desta quinta-feira (13) uma operação para desarticular um grupo criminoso especializado na realização de fraudes bancárias mediante uso de documentos falsos, como…

Homem é morto com tiros de espingarda bairro Alto das Populares, em Santa Rita

Um homem de 36 anos foi assassinado com tiros de espingarda calibre 12 ontem (13), no bairro Alto das Populares, em Santa Rita. Marcelino Francisco da Silva, teria saído ainda…