Por pbagora.com.br

A gravidez da estudante Aryane Thays Carneiro de Azevedo, de 23 anos, era mesmo fruto de uma relação com o estudante de Direito Luis Paes de Araújo Neto, segundo confirmou o Instituto de Polícia Científica (IPC).

Aryane Thaís foi encontrada morta no início da manhã do último dia 15, às margens da BR-230, em Marés, na Capital e ao lado do seu corpo estava um exame com resultado positivo de gravidez.

O estudante, que é o principal suspeito do crime, foi preso na última segunda-feira (19), um pouco antes de conceder entrevista coletiva à imprensa. Ele deve prestar depoimento na próxima segunda-feira (26).

 

Redação com Portal Correio

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia prende suspeito de ter envolvimento em assassinatos e roubos

A Polícia Militar prendeu um rapaz de 19 anos que teria envolvimento em vários assassinatos e roubos nas cidades que fazem parte do Litoral Norte da Paraíba. Ele foi localizado…

Polícia barra “batalha do passinho” organizada em praça, em Cabedelo

Por conta da pandemina do novo coronavírus, agentes de segurança pública estão atuando no sentido de evitar aglomerações de pessoas que insistem em colocar suas vidas e a de seus…