Foi preso preventivamente nesta quinta-feira (18), na cidade de Boqueirão, o o casal que torturava um menino de sete anos que foi encontrado e resgatado com sinais de desnutrição e maus-tratos. No momento do resgate ele estava acorrentado e teria sido espancada com fios elétricos, cordas e velas.

A mulher é mãe do menino e o homem o padrasto.

O laudo do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) confirmou a tortura.

A criança segue internada no Hospital de Trauma de Campina Grande, com estado de saúde considerado estável. Ainda não há previsão de receber alta médica.

PB Agora

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Novas regras da CNH: simulador facultativo e menos aulas práticas

Começam a valer na próxima semana, em todo o Brasil, as novas regras para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Algumas das mudanças ocorridas é o uso facultativo do…

Crianças ficam feridas em acidente no Sertão; duas estão em estado grave

Na tarde deste domingo (15), na rodovia estadual que liga São José de Piranhas à Carrapateira, Sertão da Paraíba, aconteceu um grave acidente envolvendo um carro deixou cinco crianças feridas.…