Uma adolescente de 17 anos foi apreendida no início da noite desta sexta-feira (15) suspeita de vender brigadeiros recheados de maconha dentro de uma escola pública de Brasília. A denúncia foi feita pela própria direção do Centro de Ensino Médio Setor Leste, que funciona na 611/612 Sul, à Polícia Militar. De acordo com a corporação, a jovem assumiu estar cometendo o ato infracional e não resistiu à detenção. Ela é aluna da instituição.

 

Na hora da abordagem, a garota estava com 40 brigadeiros dentro de uma vasilha plástica e R$ 38,50. Policiais inspecionaram os doces e confirmaram a “mistura”. A PM não soube informar por qual valor cada um era comercializado.

 

“Os policiais perguntaram para ela há quanto tempo ela estava vendendo, e ela informou que havia duas semanas. Mas disse que só introduziu a maconha nos ingredientes há três dias. Amigos dela teriam dado a dica, e ela decidiu aderir”, disse o cabo Gustavo Rodrigues.

 

A jovem foi conduzida à Delegacia da Criança e do Adolescente. Os brigadeiros foram levados para perícia da Polícia Civil, que registrou o caso como ato infracional análogo ao tráfico de drogas. O G1 procurou a Secretaria de Educação para comentar o caso, mas não recebeu retorno até a publicação desta reportagem.

 

G1

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PM de Guarabira participa de aniversário de criança que sonha em ser policial

Um menino que sonha ser policial militar teve uma festa de aniversário com presença especiais, nesse sábado (14). No bairro Alto da Boa Vista, em Guarabira, Deyson comemorou os 12…

Polícias apreendem adolescentes suspeitos de latrocínio no Sertão

As polícias Civil e Militar da Paraíba, na região de Catolé do Rocha, Sertão do Estado, apreenderam, em menos de 24 horas após o crime, os autores do latrocínio de…