A Paraíba o tempo todo  |

Todos os suspeitos de feminicídio em CG nos últimos três anos foram indiciados pela PC

A Polícia Civil tem um desempenho de 100% de elucidação nos crimes de feminicídio na região de Campina Grande, nos últimos três anos. Os dados são da Delegacia de Homicídios sediada na 2ª Superintendência de Polícia Civil, no bairro do Catolé.

No ano de 2019, a Polícia Civil registrou quatro casos de feminicídio. Os crimes aconteceram nos dias 31 de janeiro (Bairro das Cidades), 14 de abril (Distrito dos Mecânicos), 25 de maio (José Pinheiro) e 1º de setembro (Serrotão). Todos os casos foram devidamente elucidados, e os suspeitos presos.

Em 2020, não houve nenhum crime de feminicídio na cidade. No ano seguinte – 2021 -, o município registrou dois casos, sendo um no dia 23 de agosto (Malvinas) e o outro no dia 31 de dezembro (São José da Mata). Ambos prontamente esclarecidos, com os suspeitos presos e indiciados pela Polícia Civil.

As respectivas vítimas foram Luciana Buriti Ferro, 23 anos; Dayse Auriceia da Silva Alves, 40 anos; Polyanna Nunes Lourenço Messias, 31 anos; Genilda Lira da Silva, 30 anos; Viviane de Souza Rodrigues da Silva, 32 anos e Nicilene dos Santos Ribeiro, 24 anos.

Até a publicação desta nota, 05 de abril de 2022, também não há registro desse tipo de crime este ano, em Campina Grande. De acordo com a delegada titular da Homicídios, Nercília Dantas, a Polícia Civil tem cumprido com maestria o seu papel de investigar e indiciar os autores desses delitos.

“A função precípua da Polícia Civil é investigar as pessoas que cometem crimes, para que os casos não fiquem impunes. E no que se refere a feminicídio, todos aqueles que têm cometido esse tipo de delito em Campina Grande estão recebendo a devida resposta por parte da Polícia Civil. Estamos falando de 100% de elucidação, o que é um desempenho excepcional”, disse a delegada.

Da Redação com assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe