Por pbagora.com.br

O caso que comoveu muitos paraibanos, ocorrido no último dia 22 de setembro na cidade de Areia no brejo paraibano, quando dois homens suspeitos de atropelar cinco pessoas da mesma família, e matar três deles, teve mais um capítulo quando foram liberados depois de prestarem depoimento  ontem (3), na cidade de Areia.  O delegado informou que não recebeu sinalização por parte do Judiciário  e com isso não houve mandado de prisão.

Conforme o delegado, o motorista declarou no depoimento que não ingeriu bebida alcoólica no dia do acidente, porém o passageiro que seria o proprietário do veículo confirmou ter bebido. O motorista também não foi informou o motivo pelo qual, não ter ingerido bebida com o amigo.

O acidente aconteceu, quando um carro desgovernado atropelou cinco pessoas da mesma família. Uma criança de 10 anos morreu ainda no local. A mãe de 34 anos chegou a ser socorrida porém morreu na unidade de saúde. Já a criança de 6 anos foi internada em estado grave e teve sua morte cerebral confirmada no dia 26 de setembro. O pai e a outra criança de 4 anos foram internadas porém já receberam alta.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Suspeito é preso com mais de 300 embalagens de droga, em Santa Rita

A Polícia Militar apreendeu mais de 300 trouxinhas de maconha prontas para a venda e 20 pedras de crack com um suspeito de 21 anos, nesse domingo (9), em ação…

Homem é preso pela PRF na Paraíba dirigindo embriagado

Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba prendeu na tarde do último domingo (9), em Campina Grande, um motorista dirigindo embriagado após a realização de uma ultrapassagem perigosa na contramão em…