Por pbagora.com.br

 O agente penitenciário João Paulo, de 34 anos, foi assassinado a tiros enquanto trabalhava em outra função que exercia, em uma empresa provedora de internet. O fato ocorreu no município de Brejo do Cruz, na manhã de ontem, terça-feira (22).

 

A polícia investiga o caso e aponta uma dupla que estaria em uma moto no momento do crime como autora do homicídio.

 

Segundo o delegado, Demétrius Patrício, da Polícia Civil da cidade vizinha de São Bento, que fica responsável pelas ocorrências da região, o agente foi abordado pelos suspeitos quando instalava uma antena de internet, a pedido de um cliente. Ele sofreu pelo menos oito disparos e morreu ainda no local do fato. Os criminosos fugiram em seguida sem ser identificados.

 

“O agente trabalhava na Cadeia Pública de São Bento há mais de quatro anos. O local abriga apenas presos do regime semiaberto. Vamos ouvi-los e, a partir dos depoimentos, tentar chegar aos responsáveis pelo assassinato”, disse o delegado.

 

O corpo da vítima foi direcionado ao Instituto Médico Legal de Patos. E ninguém foi preso pelo crime.

 

 

Redação com Minuto PB

Notícias relacionadas

Festa com cerca de 100 pessoas é encerrada pela PM em João Pessoa

Na madrugada deste sábado (15), a polícia Militar encerrou uma festa clandestina com aproximadamente 100 pessoas no bairro das Indústrias, em João Pessoa. De acordo com as informações o evento ocorria…

Suspeito de tráfico é preso pela 3ª vez com drogas em JP

Uma operação realizada entre o Regimento de Polícia Montada (RPMont) e Coordenadoria de Inteligência (COInt) da Polícia Militar desarticulou um ponto de venda de drogas que funcionava em uma vila,…