Por pbagora.com.br

A Polícia Civil de Campina Grande prendeu, nessa quarta-feira (28), a mulher acusada de participar do latrocínio do comerciário José Zacarias da Silva, 63, na tarde da segunda-feira (26), no Centro da cidade. Thayná Dayane Veríssimo da Silva, 18, recebeu voz de prisão ao se apresentar na delegacia, ao lado do advogado.

 

Ela admitiu ser a mulher que aprece ao lado do homem que atirou em José Zacarias, mas negou que sabia do assalto. “Ela contou que iria fazer um programa com o comparsa. Nós já havíamos localizado a residência dela e o escritório do advogado que ela procurou para pedir orientações. Ela foi aconselhada a se entregar e agora vai responder pelo crime”, disse o delegado Henry Fábio.

 

Na delegacia, Thayná não quis informar o nome do homem que matou o comerciário, mas a polícia já tem pistas de alguns suspeitos e continua as investigações. A acusada tem histórico de crimes e chegou a ser presa por furto.

 

O latrocínio causou grande repercussão em Campina Grande. A contribuição da população foi importante para que Thayná resolvesse se entregar. A Polícia Civil continua à procura do comparsa dela e reforça o pedido para que qualquer informação sobre o foragido seja repassada para o número 197. O sigilo é absoluto.



Redação com Secom

Notícias relacionadas

PRF recupera dois veículos roubados e que circulavam clonados na PB

As ocorrências aconteceram nesta quinta-feira no município de São João do Rio do Peixe São João do Rio do Peixe (PB), 15/04/2021 – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba…

Quatro quilos de drogas, arma de fogo e munições são apreendidos em cidade da PB

A noite dessa quinta-feira (15) registrou ações de combate ao tráfico de drogas na Paraíba. A Polícia Militar apreendeu quatro quilos de maconha, arma de fogo e munições que estavam…