A Paraíba o tempo todo  |

Ação da polícia muitas vezes esbarra na burocracia, lamenta Azevêdo

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Entrevistado da Arapuan FM, na tarde desta quarta-feira (12), o candidato João Azevêdo, do PSB, justificou que a polícia tem que respeitar a legislação, enquanto que os bandidos não, e por isso eles usaram armamento proibido contra o presídio. A afirmação foi feita após ser indagado sobre o ataque ao presídio PB1, na última segunda-feira (10), em João Pessoa, Capital do Estado.

 "Para que a Polícia Militar adquira armas, ela tem que solicitar autorização junto ao Exército, analisar o armamento que está disponível dentro da estrutura militar e após análise fazer a liberação ou não", disse reclamando que há muita burocracia.

O candidato também reclamou que as armas apreendidas pela polícia não podem ser utilizadas, assim como drogas que são apreendidas precisam ficar armazenadas, não podem ser automaticamente destruídas. "Temos que ficar guardando uma coisa que é de tanta cobiça para os criminosos", disse.

Apesar das dificuldades, o candidato afirmou que a Segurança Pública foi fortalecida durante os anos de governo de Ricardo Coutinho (PSB), lembrando que houve estruturação das polícias e no último anuário da segurança, a Paraíba apareceu fora da lista dos 10 piores, diferente dos conterrâneos do Nordeste. Ele admitiu a necessidade de continuar aumentando o efetivo, mas destacou a redução dos crimes contra a vida: 'agora vamos focar nos crimes contra o patrimônio".

"Vencemos na Paraíba, o crime contra a vida no sentido de redução do número de homicídios a cada dia, mas não está tudo resolvido, é preciso encarar o fato… agora vamos focar no crime patrimonial", afirmou.

 

Redação

Foto: kauê

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe