A Paraíba o tempo todo  |

22 agências bancárias já foram alvo da ação dos bandidos na PB

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

 Enquanto cidades como São Paulo e Rio de Janeiro adotaram medidas para conter o avanço dos ataques a bancos, os bandidos continuam desafiando a polícia e amedrontando a população no interior da Paraíba. Somente este ano, 22 agências bancárias já foram alvos das quadrilhas. Os ataques a bancos e a caixas eletrônicos tem deixado a população com medo e insegura em alguns cidades do Estado.

 

Segundo o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários da Paraíba, os bandidos estão cada vez mais ousados e violentos. Somente esta semana, duas agências foram explodidas pelos marginais. Uma das ações aconteceu na madrugada de ontem em Pilões, no Brejo do Estado. Pelo menos dez homens participaram da explosão de um caixa eletrônico Agreste paraibano. Segundo a Polícia Militar, os criminosos ainda atiraram nos pneus de viaturas da polícia e disparam para cima para assustar os moradores durante a fuga.

 

Na explosão, uma parte da estrutura do caixa eletrônico atingiu o Centro de Apoio ao Turista que fica do outro lado da rua. O grupo levou o cofre do caixa e saíram disparando para cima.

 

Estratégia parecida foi adotada em outra ação na mesma madrugada na cidade de Livramento, onde oito homens se dividiram em dois grupos, cercaram um destacamento da PM e explodiram uma agência bancária da cidade, mas não levaram o dinheiro.

 

Segundo a polícia, além de explodir a agência, o grupo cercou o destacamento da Polícia Militar para que os policiais não prejudicassem a ação. Os criminosos não conseguiram levar nada em dinheiro.

 

Os oito homens estavam fortemente armados e se dividiram em duas equipes. Uma delas se dirigiu à agência bancária e outra ao destacamento da Polícia Militar para cercar o local.

 

Uma das equipes abriu o portão da agência bancária com uma marreta e tentou explodir o caixa eletrônico. Após praticar o crime, os assaltantes fugiram utilizando três veículos. Na fuga, ainda jogaram grampos na estrada e furaram os pneus das viaturas da Polícia Militar. Até o momento ninguém foi preso.

 

Os ataques a bancos também tem ceifado vidas na Paraíba. Um levantamento da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) e da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV) divulgado ontem, revelou que a Paraíba registrou três mortes durante assaltos a agências bancárias em 2014. A quantidade contabilizada na Paraíba representa 5% do total do país.

 

Em todo o Brasil, 66 pessoas foram assassinadas, segundo a pesquisa, que foi feita com base em notícias veiculadas na imprensa e contou com o apoio técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

 

PBAgora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe