Dez agentes socioeducativos ficaram feridos durante a rebelião que aconteceu no Lar do Garoto, em Lagoa Seca, nesta terça-feira (05). Cinco deles foram afastados das funções por causa das lesões que sofreram. Eles foram atacados pelos internos com facas, espetos e outras armas de fabricação artesanais.

 

22 internos também ficaram feridos, sendo que três tiveram de ser levados para o Hospital de Trauma de Campina Grande. O tumulto aconteceu em duas alas da unidade, onde ficam recolhidos mais de 60 adolescentes.

 

Entenda mais:

 

Policiais do Bope, Gate e do 10º Batalhão da Polícia Militar foram acionados na tarde da última terça-feira (4) após a informação de um princípio de rebelião no Lar do Garoto, no município de Lagoa Seca, no Agreste paraibano.

 

A polícia foi convocada para conter o tumulto, no entanto, não há informações a respeito de feridos ou possíveis fugas no local. Atualmente 60 adolescentes estão apreendidos.

 

Redação

 

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pré-candidato à PMCG denuncia que assaltos às suas lojas têm conotação política

Por meio das suas redes sociais o empresário e pré-candidato do PSL a prefeitura de Campina Grande Artur Bolinha, postou que os recentes assaltos a suas lojas na cidade, pela…

Polícia prende suspeitos de tráfico de drogas no Litoral Sul

A Polícia Militar apreendeu 239 porções com cocaína, 207 pedras de crack, duas pistolas calibre 380, mais de 30 munições, dinheiro, maconha, uma espingarda de pressão e uma moto roubada…