Por pbagora.com.br

O deputado estadual Wilson Filho (PTB) declarou apoio ao projeto de Lei 2.564/2020 que está em tramitação no Senado e propõe um piso salarial para enfermeiros, técnicos, auxiliares de enfermagem e parteiras nas redes pública e privada de todo o país. Na manhã desta quinta-feira (22) ele votou favorável na consulta pública aberta pelo Senado Federal.

Para o deputado, os profissionais da área da enfermagem precisam ser reconhecidos, visto o importante papel que desempenham na linha de frente dos hospitais, principalmente nessa época da pandemia. “Apesar de ser um projeto que tramita no Congresso Nacional, declarei publicamente o meu apoio junto ao deputado federal Wilson Santiago e demais parlamentares da bancada paraibana e enfatizei a importância de proporcionar uma remuneração justa para esses profissionais que ajudam a salvar vidas com muita garra”, afirmou Wilson Filho. Pelo menos 52 mil enfermeiros foram contaminados com o coronavírus e muitos dos trabalhadores da área perderam a vida no enfrentamento à doença.

O deputado relembrou que sempre apoiou as pautas dos profissionais da enfermagem. Enquanto exerceu o cargo de deputado federal, Wilson Filho presidiu a Frente Parlamentar Mista em defesa da Enfermagem no Congresso Nacional e encabeçou a luta pela aprovação da jornada de 30 horas para os profissionais. “Durante anos em Brasília participei ativamente da luta desses profissionais por reconhecer a importância do papel deles no cuidado da saúde da população”, afirmou Wilson Filho.

Projeto de Lei

O projeto de Lei que determina um piso nacional para os enfermeiros é de autoria do senador Fabiano Contarato (REDE-ES) e está sendo relatado pela senadora Zenaide Maia (PROS-RN). A proposta contempla a criação de um piso salarial nacional de R$ 7,3 mil mensais para enfermeiros, de R$ 5,1 mil para técnicos de enfermagem, e de R$ 3,6 mil para auxiliares de enfermagem e parteiras. O valor estabelecido pelo projeto, no caso dos enfermeiros, é para jornada de 30 horas semanais. Em caso de jornadas superiores, o piso salarial nacional terá a correspondência proporcional.

Assessoria

Notícias relacionadas

Na PB, Bradesco é condenado por cobrança em conta-salário

Por decisão da Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba foi mantido o valor da indenização de R$ 5.500,00, que o Banco Bradesco deverá pagar, a titulo de…

Avião com Juliette arremete duas vezes e paraibana relata susto

A paraibana, campeã do BBB 21, Juliette Freire, contou através da rede social Twitter que passou por um susto durante um voo de avião nesta segunda-feira (17) do Rio de…