O ex-secretário de Saúde e também de Planejamento do Governo da Paraíba, Waldson Souza, e outros investigados que estavam presos no âmbito da Operação Calvário, também tiveram a liberdade concedida pela ministra Laurita Vaz, relatora da investigação no Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta sexta-feira (21).

Tiveram o Habeas Corpus concedido: o ex-secretário executivo de Educação, José Artur Viana e a empresária Denise Krummenauer Pahim, que é cunhada da irmã do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), Raquel Coutinho.

Mesmo beneficiados com a soltura, os investigados também terão que cumprir algumas medidas cautelares, as mesmas impostas aos outros presos que tiveram liberdade decretada essa semana.

Conforme o STJ, o Habeas Corpus segue o trâmite dos demais deferimento, onde a prisão cautelar foi substituída pelas medidas cautelares.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pesquisa refuta boato de que o novo coronavírus foi criado em laboratório

Você ama teorias da conspiração? Especialmente quando dois grupos de pessoas têm praticamente a mesma teoria um sobre o outro? Algumas pessoas, incluindo políticos nos Estados Unidos e na China,…

Sobe para 35 número de casos de Coronavírus na PB, com quatro óbitos

Em novo boletim divulgado neste domingo (05), a Secretaria de Saúde da Paraíba atualizou para 35 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Estado. Ainda segundo os dados,…